Categoria: Memórias

Em Quarto Poder Mazza participou como um dos colunistas tendo escrito três artigos para o tabloide: Interatividade: você decide; Normalidade cúmplice e A ração e a razão.

Em agosto de 1996 começa a ser publicado o tabloide Quarto Poder, pela Emes editora. Criado para cobrir uma lacuna no jornalismo paranaense, um veículo de comunicação especializado em jornalismo, Quarto Poder nasceu, segundo o editorial de seu número zero, para “retratar um super-herói [dotado] de inteligência para interpretar a realidade, sensibilidade para não ferir…

Por Luiz Geraldo Mazza 23 de outubro de 2019 Off

A página de Luiz Geraldo Mazza em hora h trouxe também, ao lado de matérias e colunas voltadas para relatos vivenciados pelo jornalista, a sessão Apelido em que o jornalista comenta a origem de apelidos de tipos populares como Pedro Viador, Shumacher e Ferry-boat.

A página de Luiz Geraldo Mazza em hora h trouxe também, ao lado de matérias e colunas voltadas para relatos vivenciados pelo jornalista, a sessão Apelido em que o jornalista comenta a origem de apelidos de tipos populares como Pedro Viador, Shumacher e Ferry-boat. (pesquisa de Selma Suely Teixeira para o livro Luiz Geraldo Mazza e…

Por Luiz Geraldo Mazza 8 de outubro de 2019 Off

A guerra do pente, Sócrates e Pilatos, Dignidade do palavrão e Os sobressaltos de 64 também foram temas de Luiz Geraldo Mazza no jornal hora H, em 1997.

A guerra do pente, Sócrates e Pilatos, Dignidade do palavrão e Os sobressaltos de 64 também foram temas de Luiz Geraldo Mazza no jornal hora H, em 1997.(pesquisa de Selma Suely Teixeira para o livro Luiz Geraldo Mazza e Eloi Zanetti comunicadores do Paraná, de sua autoria) As amargas, nãoA Guerra do Pente (I)Quando a…

Por Luiz Geraldo Mazza 8 de outubro de 2019 Off

Em hora H, Luiz Geraldo Mazza registrou, na coluna Surreal, fatos ocorridos em redações de jornais, ruas e diferentes ambientes de Curitiba.

Em hora H, Luiz Geraldo Mazza registrou, na coluna Surreal, fatos ocorridos em redações de jornais, ruas e diferentes ambientes de Curitiba. (pesquisa de Selma Suely Teixeira para o livro Luiz Geraldo Mazza e Eloi Zanetti comunicadores do Paraná, de sua autoria) Surreal Benjamim Steiner, o diagramador argentino oriundo de La Prensa, o primeiro doParaná,…

Por Luiz Geraldo Mazza 8 de outubro de 2019 Off

Em uma das colunas fixas do jornal hora H, Memória Surreal, mais tarde denominada apenas Surreal, Luiz Geraldo Mazza registrava fatos ocorridos em redações de jornais, ruas e diferentes ambientes de Curitiba…

Em uma das colunas fixas do jornal hora H, Memória Surreal, mais tarde denominada apenas Surreal, Luiz Geraldo Mazza registrava fatos ocorridos em redações de jornais, ruas e diferentes ambientes de Curitiba como, por exemplo, o hábito do fotógrafo Milé Fogiatto de guardar em seus bolsos as frutas importadas que ornamentavam mesas dos banquetes que…

Por Luiz Geraldo Mazza 8 de outubro de 2019 Off

Em hora h Luiz Geraldo Mazza falou também sobre a campanha dos 12 dias feita por Jaime Lerner quando candidato à Prefeitura de Curitiba; sobre o “lado obscuro do governo”; sobre “os gabirus do Cine Luz”, e sobre as “façanhas do Pasquale”.

Em hora h Luiz Geraldo Mazza falou também sobre a campanha dos 12 dias feita por Jaime Lerner quando candidato à Prefeitura de Curitiba; sobre o “lado obscuro do governo”; sobre “os gabirus do Cine Luz”, e sobre as “façanhas do Pasquale”. (pesquisa de Selma Suely Teixeira para o livro Luiz Geraldo Mazza e Eloi…

Por Luiz Geraldo Mazza 8 de outubro de 2019 Off

Em abril de 1996 a página hora H integrante do jornal Indústria & Comércio se transforma em um tabloide semanal.

Em abril de 1996 a página hora H integrante do jornal Indústria & Comércio se transforma em um tabloide semanal. Dirigido por Cícero Cattani, o novo jornal reuniu, segundo a Carta ao Leitor divulgada no primeiro número, vinte e dois jornalistas “todos do primeiro time da imprensa paranaense”, além de “um incomum corpo de colaboradores”,…

Por Luiz Geraldo Mazza 8 de outubro de 2019 Off