Adeus, Califa

28 de maio de 2020 Off Por Luiz Geraldo Mazza
Compartilhe:

O jornalismo paranaense acaba de perder uma da figuras mais expressivas da área policial: a morte de Ali Chaim mostra que o lugar comum, o clichê, da irreparabilidade tem sua razão, um dos raros repórteres com um código próprio de atuação e de linguagem, uma soma da gíria policial com a dos transgressores, a semântica de um falar diferenciado desse mundo em que ele era um excepcional intérprete. A ausência de figura tão rica no universo jornalístico, no rádio e na televisão vai pesar não apenas pelo estilo próprio mas também pelo mundo afetivo que tanto cultuava.    

ALI CHAIM – CURITIBA – 27/06/13 – Vida e Cidadania – Ali Chaim (73) e considerado o mais importante reporter policial do estado. Ele tem um arquivo de fotos que fez em mais de 30 anos de reportagem policial. FOTO: MARCELO ANDRADE. Agencia de Noticias GAZETA DO POVO
Compartilhe: